Fonte: Política Livre

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) encaminhou ao Ministério Público Federal (MPF) um inquérito sobre a malversação de recursos públicos federais pelo gestor do município de Barra do Choça.

A denúncia formulada por vereadores aponta uma série de supostas irregularidades, entre elas a não comprovação de compra de combustível pelo município. O MP-BA afirma na sua deliberação que “após detalhada pesquisa na base de dados do TCM/BA, constatou-se que parte das despesas decorrentes dos certames acima destacados foram custeadas com recursos oriundos dos Fundos de Assistência Social, Educacional e de Saúde”.

As denúncias relacionadas a compra, pagamento, uso e fornecimento de combustível adquiridos pela administração municipal referente aos anos de 2017, 2018 e 2019, já tinham sido protocoladas no MPF, Polícia Federal, Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e Câmara de Vereadores.

Caso a investigação comprove os crimes contra o erário, o atual gestor, Adiotado José de Araújo, pode ter os seus direitos políticos cassados e responder por ato de improbidade administrativa.